O ‘bunker’ analítico

«… a cortina começa a descer sobre o pragmatismo: é a hora da filosofia analítica, que toma rapidamente conta das instituições universitárias, sossegando um mccarthysmo que suportava mal a herança pragmática, em particular Dewey, e transformando o pragmatismo num mero elemento proto-positivista. Mais esquecido ficou então o primeiro filósofo da América, Emerson, que apesar do reconhecimento europeu – por exemplo, de Nietzsche, que toda a vida transportou consigo os seus “Ensaios” – apareceu sempre como demasiado idiossincrático, demasiado esquivo às classificações tradicionais. Tudo isto começou a mudar nos anos setenta, com a avaliação do projecto analítico que revelou de um modo muito claro a exiguidade dos seus resultados e o fracasso do seu programa histórico. (…) Depois de mostrar como o triunfo da orientação analítica na América significou o fim de um século de “era pública” da filosofia, que vai de Emerson a Dewey, Borradori sinaliza algumas consequências deste facto, nomeadamente a acentuada especialização da filosofia, que se centra então na epistemologia e na lógica, por um lado, e por outro o fim da sua participação nos debates públicos e da sua relação com a reflexão de outros saberes e ciências, que se passarão a interessar por filosofias de outras matrizes, em particular, europeias (…). No entanto, a força da tradição pragmática continuou a fazer-se sentir, mesmo no interior do “bunker” analítico, e será ela que, segundo Borradori, explica a ruptura operada por Quine nos anos cinquenta, ao pôr em causa (…) os dois dogmas centrais do empirismo: o da distinção entre o analítico e o sintético, e o do reducionismo. (…) Estas orientações cruzam-se, a partir dos anos setenta, com a obra de filósofos que se situam claramente fora do quadro analítico (é o caso de Kuhn, Cavell e MacInthyre), de modos extremamente diversos (…)».

– Manuel Maria Carrilho in “A invenção do pragmatismo”, prefácio a “O Pragmatismo” de William James

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s