Ideias conectadas

«Mas se uma pessoa empreender o estudo de qualquer coisa de sensível,

quer esteja de boca aberta, a olhar para cima,

quer de boca fechada, a olhar para baixo,

jamais direi que ela tenha conhecimento – pois a ciência não tem nada a ver com tais processos (…)»

– Platão, “República”, 529 b-c.

– Deleuze, “Kafka…”, p. 10.

 

Conecto estes dois excertos da História, porque, quando olhas para cima, tens a cabeça erguida, e quando olhas para baixo, inclinas a cabeça.

E jamais, se falas, estás disponível para ouvir.

Lembra-te, pois, de ouvir com a cabeça erguida, e de friccionares de trovoada a morte à vista em todos os retratos (a aparição do génio implica a fricção da lâmpada).

Só assim alcançarás, senão o conhecimento, a arte do ser vivo.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s