O homem tétrico

Daniel, “O homem tétrico (que morreu de pé num carro eléctrico)”

«Daniel Marques Ferreira nasceu a 2 de Maio de 1949, numa freguesia chamada Macinhata do Vouga, concelho de Águeda. Aos catorze anos foi viver para Valadares (Porto).
Escolheu, influenciado pelo pai, um curso técnico com vista a seguir engenharia, mas acabou por desistir no segundo ano. Decidiu ir para um curso de pintura seguindo o conselho de uma professora de desenho da preparatória.
Começou a publicar os seus primeiros trabalhos num suplemento juvenil do “Diário de Lisboa”.
Aos dezassete anos teve uma breve passagem pela música.
Cumpriu três anos de serviço militar fim dos quais enveredou pelo ramo da hotelaria abrindo um bar e mais tarde um restaurante.
Depois e durante três anos esteve a cargo da direcção gráfica de uma editora de revistas passando também passou pela direcção gráfica de outras empresas.
Mais tarde, foi convidado pela proprietária de uma editora de livros para seu assistente onde permaneceu dez anos. Foi nessa editora que utilizou a sua formação académica no sector de criação, começando a desenvolver em pleno a actividade de design gráfico. Também foi aí que iniciou o seu trabalho como escritor de livros infantis e juvenis. Passados esses dez anos foi convidado para outra editora, mas para exercer o mesmo cargo. Também nessa editora esteve cerca de dez anos.
Actualmente, reside em Ponte de Lima e dedica-se à escrita e pintura e ao contacto com crianças e jovens, nas escolas e bibliotecas do país que solicitam a sua presença.»

Fonte

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s