O grito

Grito no meio da noite, involuntário, sem razão aparente, sem testemunha que o confirme senão eu.

Terei gritado? Mas eu dormia, dormia sem sonhos nem pesadelos.

Pânico súbito, não medo, mas expressão imediata.

Força saída do inconsciente directamente para o corpo sem mente.

Grito de meia-noite: a boca, a boca que se abria no ritual egípcio do “Livro dos Mortos”.

https://upload.wikimedia.org/wikipedia/en/5/56/Study_after_Velazquez's_Portrait_of_Pope_Innocent_X.jpg

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s