Acquiescentia in se ipso

Eis o que respondo a essa cepa de imbecis penitentes que me prescrevem humildade:

«XXVI. A humildade é tristeza originada a partir do homem que contempla a sua impotência ou imbecilidade.

EXPLICAÇÃO. A aquiescência-em-si opõe-se à humildade, enquanto entendida como letícia que se origina a partir da contemplação da nossa potência de agir, mas enquanto seja entendida por nós também concomitantemente à letícia a ideia de algum facto que cremos ter feito por livre decreto da mente, portanto, opõe-se à penitência que nós a seguir definimos.»

[«XXVI. Humilitas est tristitia orta ex eo quod homo suam impotentiam sive imbecillitatem contemplatur.

EXPLICATIO. Acquiescentia in se ipso humilitati opponitur quatenus per eandem intelligimus lætitiam quæ ex eo oritur quod nostram agendi potentiam contemplamur sed quatenus per ipsam etiam intelligimus lætitiam concomitante idea alicujus facti quod nos ex mentis libero decreto fecisse credimus, tum penitentiæ opponitur quæ a nobis sic definitur.»]

– Spinoza, “Ethica“, III.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s