Das distâncias

Ontem, por um acaso burocrático, desloquei-me inabitualmente a certa zona da cidade e dei comigo a evitar passar na rua de um “julgador” severo (juízos que se dirigem, em primeiro lugar, contra si próprio, e só depois então atingem os outros).

Quando me ferem, retraio-me largos quilómetros, o que implica que, para vencer a distância, o outro terá de fazer um esforço superior ao normal. Ora, a maioria não está disposta a isso, não possui sequer sensibilidade que a conduza a isso, e, portanto, o fosso é inevitável, embora não seja necessariamente intransponível. Que a iniciativa não tome lugar do meu lado justifica-se tão só pelo instinto de sobrevivência: gato escaldado de água fria tem medo. É, por isso, que se deve manter uma certa gentileza animal para com o outro, e este deve devolvê-la ao outro que somos nós, para que não se crie, com quanto desânimo, o hábito de uma aversão física, que doravante surgirá automática e compulsivamente. Irreversível? Mais uma vez, não. Mas certamente exigindo tacto e um trato exímio que ultrapassa a esfera do prosaico, aptidões que apenas moram entre os mais nobres. Caso contrário, longe da vista, longe do coração. Um animal alimenta-se da força em seu núcleo e evita as obstruções que a debilitam.

Poderão objectar que não existe gentileza animal, que só há “o homem como lobo do homem”. Talvez por isto entendamos coisas diferentes. O lobo, na sua música uivante e uivatizante, pode até ser mais gentil para com o homem do que o seu semelhante. Por consequência, talvez prefira o acompanhamento musical desse Homem-Lobo ao silêncio gelado ou aos adágios-adaga do homem qualquer.

Para todos os efeitos, a gentileza de uma génese de gentios, a partir de ecos do coração, ecoando na distância.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s